×

Não tem cadastro?

É Fácil e Prático

Dados de Acesso

Tem cadastro? Entre!

O nome é obrigatório!
Sobrenome obrigatorio!
Nome não é válido!
Sobrenome não é válido!
E-mail inválido!
E-mail é obrigatório!
Este e-mail já possui cadastro conosco! faça seu login!
Senha é obrigatória
Coloque uma senha válida
6 ou mais caracteres!
16 ou menos caracteres!
As senhas não são iguais!
Aceite as condições!
Email ou senha estão errados!

Blog

Direção Descendente

6 Produto(s)

  • 26.03.2019

    Tags:

    Postou By www.vipfolheados.com.br

    As minas de diamantes da África do Sul produzem a maioria dos diamantes. O Congo Belga (atual República do Congo, na África Central) tem a maior quantidade de diamantes industriais. Em 1957, 13 milhões de quilates foram extraídos, porém 95% deles eram da qualidade industrial, mais barata, que é moída até virar pó para fins de polimento. A África como um todo produz 97% de toda a produção mundial de diamantes. A produção mundial supera os 23 milhões de quilates por ano. Tanganica, Gana, África Ocidental Francesa e outras partes do Continente Negro também produzem boa quantidade de diamantes, mas todos são vendidos através da empresa De Beer.

     

    Um dos primeiros países onde os diamantes foram descobertos foi a Índia. Ali os diamantes eram conhecidos há mais de 2000 anos. Segundo a lenda, o famoso “Koh-I-Noor” (“montanhas de luz”), que hoje faz parte dos tesouros da Coroa Britânica, foi descoberto na Índia.

     

    Houve certa vez um diamante com uma lenda ligada a ele, chamado “o grande Mogul”, e pesava 787 quilates. Há cerca de 300 anos, desapareceu, e foi cortado em pedras menores. Uma dessas partes, pesando 280 quilates foi utilizado para a coroa de um marajá indiano.

     

    Dentre os tesouros russos, há um diamante das jóias da coroa dos antigos czares. É chamado “Orloff”, e pesa 220 quilates. Um soldado francês o roubou de um templo hindu, do olho de uma estátua que ali havia. Isso ocorreu em 1700. A pedra mudou de mão muitas vezes, sempre com derramamento de sangue envolvido, até que chegou a Amsterdã em 1774. Ali, um príncipe russo, Orloff, comprou-a (por cerca de meio milhão de dólares) e deu-a de presente à rainha Catarina II. Alguns acreditam que também fazia parte do “Grande Mogul” extraviado.

     

    Um dos diamantes mais famosos é o “Hope”, uma pedra enorme, azul, rara. Está envolvido nas mortes trágicas de doze pessoas; também causou tragédias em duas famílias reais. É parte de uma pedra maior, que pertenceu ao rei francês, Luiz XIV. Foi roubado na época da Revolução Francesa. Posteriormente, apareceu na Inglaterra (44 quilates) onde um banqueiro, Henry Thomas Hope, comprou-a em 1800. Mais tarde, um sultão turco, Abdul Al Hamid, comprou-a, e a deu para sua esposa favorita usá-la ao redor do pescoço. Aparentemente o diamante também trazia má sorte, pois ele perdeu o trono. A pedra agora pertence a um mercador de diamantes em Nova York.

     

    O maior diamante do mundo foi encontrado na Mina Premier em Transvaal, na África do Sul. Esta nova mina de diamantes foi descoberta em 1902 por um tal Thomas Cullinan. Três anos depois, o capataz, Frederick Wells, percebeu um raio de luz na lama de uma mina aberta; com seu canivete, ele desenterrou o maior diamante do mundo – 3106 quilates, ou meio quilo de peso.

    O Governo de Transvaal presenteou o “gigante” ao Rei Edward VII da Inglaterra. A pedra foi chamada de “Cullinan”. O rei escolheu o famoso lapidador, J. Osher de Amsterdã, para cortar a pedra. Este especialista estudou a pedra durante meses. Uma batida no lugar errado poderia partir a o diamante em pedaços.

     

    As responsabilidade e a tensão eram indescritíveis. Algumas vezes ele desmaiou durante o trabalho. Finalmente, partiu com sucesso em nove diamantes grandes, e 100 jóias menores. A pedra maior pesava 530 quilates e foi engastada no Cetro real. A pedra leva o nome de “Primeira Estrela da África”.

     

    A “Segunda Estrela da África” do diamante Cullinan pesa cerca de 130 quilates, e enfeita a Coroa Real Britânica, que é usada na Coroação.

     

    Cortar e polir um diamante bruto de tamanho grande pode levar um ano. O especialista precisa de extrema paciência, arte, e nervos de aço. Cada diamante tem suas próprias peculiaridades. O lapidador estuda os “músculos” internos, ou gramatura da pedra, faz diversas linhas demarcatórias ao redor do diamante, de modo a obter a pedra maior e o menor número possível de pedras pequenas; quanto maior a pedra, mais alto é o preço.

    Fonte: chabad.org.br

  • 26.03.2019

    Tags:

    Postou By www.vipfolheados.com.br

    NEWS-CUCIFIXOS

  • 26.03.2019

    Tags:

    Postou By www.vipfolheados.com.br

    O que é zircônia ou zircônia cúbica?

    Vamos la! Esta é uma dúvida extremante comum! Muitas pessoas não entendem o que é Zircônia, então vamos tentar explicar de forma bem simples!
    Existe um mineral raro que é o resultado da cristalização do óxido de zircônio e denominado assim Zircônia. Mas a Zircônia mais utilizada e falada é a Zircônia Sintética que é a mais perfeita imitação do diamante até os dias de hoje.
    A denominação correta da Zircônia Sintética é Zircônia Cúbica, pois ela possui a mesma composição que a Zircônia natural, mas só cristaliza em forma cúbica.


    A Zircônia Cúbica tem alta durabilidade (suporta altas temperaturas) e semelhança ao brilhante, alem disso tem variação de cor, o que possibilitar imitar outras gemas como; ametista, granada, peridoto etc. Por tantas semelhanças é muito difícil uma pessoas leiga distinguir um diamante e/ou outras gemas de uma Zircônia Cúbica.

    temos diversos modelos com zircônia, veja todos os modelos que temos com zircônia clicando Aqui.

  • 26.03.2019

    Tags:

    Postou By www.vipfolheados.com.br

    FESTIVAL DE ZIRCÔNIA É NA VIP FOLHEADOS!

    Os produtos Vip Folheados vêm fazendo cada vez mais sucesso com o publico feminino que adora semi joias de qualidade e com design exclusivo. A marca sempre traz novidades que seguem as grandes tendências da moda em acessórios, o que nos leva a criar listas de desejos repletas de peças belíssimas, como os brincos de zircônia da nova coleção da Vip.

    A grande variedade de modelos de brincos de zircônia da marca contém peças com design exclusivo, que vão desde os mais discretos e tradicionais contendo uma pedra solitária aos mais moderninhos, como as versões no formato de laços e bolsinhas, estrelas, brinco do infinito com zircônia, entre outros clique aqui e conheça todos os modelos.

     

    Os produtos Vip Folheados podem ser encontrados neste próprio site oficial da marca, onde é possível conferir a coleção completa e criar a sua lista de desejos! www.vipfolheados.com.br




  • 26.03.2019

    Tags:

    Postou By www.vipfolheados.com.br
     

    Todo mundo sabe que as pérolas sempre foram símbolo de elegância e sofisticação, certo? No passado, as pérolas eram reservadas a ocasiões mais conservadoras, e até certo tempo, para muitos, ela tornou-se uma peça considerada muito retrógrada para fazer parte da contemporaneidade, mais precisamente, jovem.




    A pérola já começa levando vantagens por ser uma jóia que não precisa de lapidação nem polimento. Praticamente, ela já nasce perfeita. Desde muito tempo, antes de Cristo, elas eram super valorizadas no Oriente Médio, conhecida como o símbolo da pureza e do charme feminino. Em algumas outras regiões do mundo, elas tinham sua tradição também, e na época da realeza, era uma das jóias mais requisitadas.


    Para entender melhor, a pérola é um material orgânico, de forma esférica, produzida por ostras (moluscos) quando substâncias estranhas entram para dentro do organismo do molusco, e assim formam a pérola. Essas substâncias estranhas podem ser até mesmo um grãozinho de areia.
    A jóia é classificada como gema, e pode ter formas irregulares, se encontradas em moluscos de água doce. Pode também apresentar tonalidades distintas, como pretas, douradas e brancas.

    Com a opção de possuir tonalidades diferentes, é conhecida a Pérola Negra. Rara, porém nem tanto hoje em dia, devido ao cultivo de ostras Pinctada Margaritifera, a responsável pela produção da jóia de mencionada cor. A pérola negra, é comumente chamada de Pedra do Haiti?, pela maior localização da mesma. Podem não ser bem negras, apresentando tonalidade como o cinza e cores arco-íris. Há também verde, marrom, rosa entre outros...

    **Curiosidade: De cada 100 pérolas produzidas na natureza, uma é negra.
    O que interfere diretamente na diferença da coloração, é a forma que os cristais de nácar (responsáveis pela produção da jóia, dentro da ostra) se organizaram para formar a esfera.


     

    Hoje em dia, a exigência por jóias reais foi quebrada de certa forma, podendo todos terem a oportunidade de possuir uma peça de pérola falsa, ou melhor dizendo, artificial. A diferença é logicamente notável, devido ao material e a coloração. Colares de pérola falsa são visivelmente perceptíveis quando a cor das bolinha é muito branca ou então a luz solar não possui o reflexo das cores do arco-íris ? quase como a visualização de um cristal verdadeiro. Porém, isso nunca impediu ninguém de usar. E realmente não tem porquê.

    Estes mesmos colares que foram muito vintage e exibidos em personalidades que hoje são eternamente conhecidas, como Coco Chanel e Jackie Kennedy, ganham modernidade em looks completamente despojados, e ficam super estilosos. A peça que sempre foi adequada  para o turno da noite, e festas mais elegantes, aparece de dia, com perfectos, t-shirts e vestidinhos básicos.As produções acabam ganhando um ar de sofisticação seja qual for o estilo.


    Combinadas também com a febre do mix de colares, ficam super rockers. Colar de uma volta, mais comprido, geralmente é considerado mais esporte e fica super bem usado no dia dia.

    conheça alguns modelos da VIP FOLHEADOS:

     

  • 26.03.2019

    Tags:

    Postou By Administrador Admin

    O Símbolo do Infinito

    Considerado perfeito por ter o círculo duas vezes representado, o oito deitado é conhecido desde a Antiguidade como o símbolo do infinito – contínuo, sem início nem fim, o Lemniscata representa também o desenvolvimento humano físico e mental, morte e nascimento, portal entre dois mundos. O fato é o que o símbolo do infinito está dia a dia mais presente em nossas vidas e há pouco tempo tomou a forma de bijuterias.

     

    Os colares com o símbolo do infinito tornaram-se também o símbolo da amizade perpetuada, do amor eterno. Lindos e perfeitos em sua simplicidade, os colares com o símbolo do infinito podem ser encontrados em bijuterias, joias e semi joias, dourados ou prateados, com zircônias, inscrições – não importa. Completa em si mesma, essa bijuteria traz o significado da união proposta pela harmonia, e é o dizer sem palavras mais completo entre duas pessoas que se querem bem.

    Difícil achar um mais bonito que o outro, mas postei aqui alguns exemplares do que podemos encontrar para comprar online com bastante facilidade. O Lemniscata – ou símbolo do infinito – tornou-se moda, mas ele está presente desde a Antiguidade. Hoje com a internet, ele enriquece o mundo fashion com sua contribuição milenar, concretizada pelas mãos de designers que fazem da bijuteria uma verdadeira prova de amor.

     

Direção Descendente

6 Produto(s)

Close